14 de dezembro de 2014

VERDADES  E  MENTIRAS  DA  BOLSA

Nesta edição:

©Jayme Ghitnick
2001 a 2014

Volume 14  Edição  702

O  TRIMESTRAL  DA  PETROBRÁS

Ainda não veio...

A aceleração dos fatos da crise atual impediram a Petrobrás de cumprir seu programa,  apresentando o balancete do terceiro trimestre não auditado.

Ainda assim, foram divulgados fatos e cifras relativos ao péríodo, sem eventuais ajustes devidos ao episódio de corrupção,  antes anunciados e muito esperados;   com isso, não foram apurados lucros e margens.

Os pontos principais desse relatório condensado são:

No 3T-2014 a Receita de Vendas atingiu R$ 88.378 milhões e o Caixa e Equivalentes de Caixa, R$ 62.409 milhões. 

O aumento de 7% na Receita de Vendas, comparada ao 2T-2014, foi devido às maiores exportações de petróleo e ao aumento da demanda no mercado interno, principalmente diesel, suportada na maior parte pela produção nacional de derivados. Em relação ao período de jan-set/2013, a Receita de Vendas foi superior em 13%, refletindo os maiores preços nas vendas de derivados no mercado interno devido à incidência em todo o ano de 2014 dos reajustes de diesel e gasolina ao longo de 2013, além do efeito da depreciação cambial (8%) sobre os preços dos derivados atrelados ao mercado internacional e das exportações, maiores preços de energia e gás natural; bem como pelo aumento da demanda de derivados no mercado interno (3%), principalmente diesel (2%), gasolina (5%) e óleo combustível (21%), e pelo maior volume de petróleo exportado (12%), parcialmente compensados pela menor exportação de óleo combustível (14%).

A Diretoria Executiva aprovou recentemente a implementação de uma série de ações voltadas para a preservação do caixa, que em 30 de Setembro de 2014 era de R$ 62,4 bilhões, e da liquidez nas operações da Companhia, que incluem, por exemplo, a antecipação de recebíveis, a redução do ritmo dos investimentos em projetos, a revisão de estratégias de preços de produtos e a redução de custos operacionais em atividades ainda não alcançadas pelos programas estruturantes.  Essas ações asseguram fluxo de caixa livre positivo no próximo ano, considerando preços de petróleo em torno de US$ 70/bbl e taxa de câmbio em torno de R$ 2,60/US$, e eliminam a necessidade de captações junto ao merca

do no próximo ano.

(3T-2014 x 2T-2014): A produção de petróleo e LGN aumentou 6%, devido ao ramp-up dos sistemas P-55 (Roncador), P-62 (Roncador), P-58 (Parque das Baleias) e  FPSO Cidade de Paraty (Lula NE), além do início do TLD de Iara Oeste e do SPA de Tartaruga Verde. 
A produção de gás cresceu 7%, em função do aumento da produção dos sistemas P-53 (Marlim Leste), P-54 (Roncador), P-55 (Roncador), P-62 (Roncador), P-58 (Parque das Baleias), FPSOs Cidade de Santos (Uruguá-Tambaú) e Cidade de Paraty (Lula NE).

(3T-2014 x 2T-2014):
 Aumento nas exportações de petróleo devido à maior produção de petróleo e à realização de exportações que estavam em andamento em 30 de junho.
A redução nas importações de petróleo reflete  o maior volume ocorrido no trimestre anterior, base de comparação, quando houve indicação econômica de aproveitamento de oportunidade comercial.


O endividamento líquido do Sistema Petrobras em Reais aumentou 18% em relação a 31.12.2013, em decorrência de captações de longo prazo e do impacto da depreciação cambial de 4,6%. O endividamento total inclui Arrendamentos Mercantis Financeiros no valor de R$ 203 milhões em 30.09.2014 e de R$ 209 milhões em 31.12.2013.

As cifras são positivas, refletindo o aumento dos preços dos derivados e o gradual aumento da produção,  sendo parcialmente negativa a  desvalorização do real, aumentando os custos financeiros, mas aumentando também o valor contábil dos investimentos externos.

A gravidade do epísódio da corrupção anda super-dimensionando as expectativas de ajustes no patrimônio ou de indenizações a serem devidas por processos judiciais,  ao mesmo tempo são minimizadas as possibilidades de recuperação de desvios ocorridos,  alguns já concretizados.

A situação pode ter evolução complicada por aspectos politicos, mas a importância da empresa pode acelerar o processo.